quinta-feira, dezembro 15, 2005

Há palavras que nos beijam - A.O'Neill

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.
Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.
De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.
(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)
Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O'Neill, No Reino da Dinamarca

Um poema de O'Neill para acabar a semana em beleza! E a quadra natalícia que se aproxima rapidamente!...

Um óptimo resto de semana para todos! :)

ps : Por razões profissionais, o tempo escasseia neste fim de ano, para as visitas regulares aos v/ blogs. Espero que, mais perto do Natal, me seja possível dar-vos a atenção que merecem!

16 Comments:

Blogger Maria Pedro said...

ok, fico à espera!

alexandre o' neil, gosto daquela que fala numa senhora que pediu um poema de amor convencional...

sexta-feira, dezembro 16, 2005 12:26:00 da manhã  
Blogger Mendes Ferreira said...

OLÁ VENHO A CORRER DEIXAR UM ABRAÇO E DESEJAR TODA A A

LEGRIA E NÃO SÓ PARA ESTE NATAL....



ATÉ DIA 27.
BJS.

sexta-feira, dezembro 16, 2005 12:44:00 da tarde  
Blogger peciscas said...

É claro, Pedro, que o tempo agora não é muito.
Também me queixo um pouco do mesmo, com o fim do 1º período à porta, os últimos testes para ver, as avaliações do Natal a preparar...
Enfim, tu sabes disso por experiência muitos anos vivida em casa.
Mas tudo se compensa com mais uma excelente escolha.
Este O`Neill é fabuloso.

sexta-feira, dezembro 16, 2005 8:23:00 da tarde  
Blogger Mendes Ferreira said...

.....obrigado.....:) e bjo de Natal.

sexta-feira, dezembro 16, 2005 9:52:00 da tarde  
Blogger Rita said...

Olá, Pedro.

Obrigada pela tua visita.

Publiquei, ainda há dias, este mesmo poema no (im)possibilidades.

Há coisas curiosas...

Um Beijo.

sexta-feira, dezembro 16, 2005 11:38:00 da tarde  
Blogger A.J.Faria said...

Olá, Pedro!
Realmente o tempo não é muito, mas sempre que possivel gosto de vir aqui.
É sempre bom ler um pouco de poesia!
As palavras são um mundo infinito!
Um grande abraço,

sexta-feira, dezembro 16, 2005 11:53:00 da tarde  
Blogger Sophie said...

Boa escolha:)
um bom fim de semana para ti!

jitos

sábado, dezembro 17, 2005 10:27:00 da manhã  
Blogger Armando S. Sousa said...

Se fosse vivo, Alexandre O'Neill fazia anos amanhã, no entanto, é imortal.
Um abraço e boa semana.

domingo, dezembro 18, 2005 9:15:00 da tarde  
Blogger amie said...

boa semana!

segunda-feira, dezembro 19, 2005 11:37:00 da manhã  
Blogger nunofigueiredo said...

Olá pedro!
Apenas para desejar um santo e feliz natal.
Abraço para ti e para os teus!

quinta-feira, dezembro 22, 2005 9:53:00 da manhã  
Blogger Anedotas & Companhia said...

Palavras são sempre palavras....

quinta-feira, dezembro 22, 2005 11:38:00 da manhã  
Blogger Eva said...

Grande poeta!

quinta-feira, dezembro 22, 2005 11:39:00 da manhã  
Blogger peciscas said...

Para ti, Pedros e para todos os teus
PAZ
SAÚDE
ALEGRIA

e uns trocos para os gastos essenciais

são os votos do
peciscas
e do
soportas

quinta-feira, dezembro 22, 2005 6:08:00 da tarde  
Blogger Armando S. Sousa said...

Olá Pedro,
Passo para te desejar um Feliz Natal, extensível a todos aqueles que fazem parte da tua vida.
Um grande abraço.

sexta-feira, dezembro 23, 2005 2:02:00 da tarde  
Blogger musqueteira said...

Viva Pedro,
Um Feliz Natal... e muita doçaria Minhota;) Estou de regresso após uma temporada andando e desbravando a dita- Peninsula Ibérica.

segunda-feira, dezembro 26, 2005 9:53:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Gostei muito do que li...
Adorei, adorei

terça-feira, janeiro 17, 2006 5:41:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home